Pesquisar
Close this search box.

DERMATOLOGIA CIRÚRGICA

LASER

O laser possui uma fonte de energia interna que estimula a luz e remove tecidos, corta, vaporiza e trabalha em esterilizações.

Desse modo, age em alvos específicos num mecanismo de ação chamado fototermólise seletiva. Uma das grandes vantagens do laser é, de fato, que a luz é atraída pela cor ou característica do local e, assim, não agride as estruturas vizinhas. Por isso é mais precisa, traz melhor resultado e facilita o processo de cicatrização.

A cirurgia à laser pode substituir os métodos tradicionais, com bisturi, em qualquer situação, pois trata-se de uma alternativa mais segura e que funciona de forma efetiva na reabilitação de pacientes em menos tempo. Além disso, garante a realização de procedimentos pouco invasivos ou agressivos.

TIPOS DE LASER

Os tipos de lasers variam de acordo com a substância que gera energia, o comprimento de onda bem como o tempo que demora para interagir com a pele. Pode ser:

Enquanto corta os tecidos, o laser cirúrgico, simultaneamente, provoca a coagulação, fecha vasos linfáticos e terminações nervosas. Assim, impede que ocorram sangramentos e infecções. Dessa forma, isso torna mais difícil o surgimento de efeitos colaterais pós-cirúrgicos, que passa a ser menos doloroso, pois o uso de laser diminui as chances de ocorrer edemas. O tempo de hospitalização é reduzido e o paciente pode retomar suas atividades mais rapidamente.

Na dermatologia, o laser é muito utilizado para tratar diversos tipos de doenças de pele, exceto tumores malignos. Para psoríase e vitiligo, por exemplo, o raio emitido por esta tecnologia favorece a produção de melanócitos, as células responsáveis pela pigmentação da pele.

Além disso é eficaz no caso de má formação vascular, em que as aplicações com laser conseguem contornar as varizes, realizando fotocoagulação e secando os vasos.

Além desta, o laser funciona bem em outras áreas da medicina, como oftalmologia, estética, urologia e ginecologia. Trata pacientes de qualquer tipo, mas não é recomendado para mulheres grávidas ou pacientes cardíacos, por exemplo.

LASER

O laser possui uma fonte de energia interna que estimula a luz e remove tecidos, corta, vaporiza e trabalha em esterilizações.

Desse modo, age em alvos específicos num mecanismo de ação chamado fototermólise seletiva. Uma das grandes vantagens do laser é, de fato, que a luz é atraída pela cor ou característica do local e, assim, não agride as estruturas vizinhas. Por isso é mais precisa, traz melhor resultado e facilita o processo de cicatrização.

A cirurgia à laser pode substituir os métodos tradicionais, com bisturi, em qualquer situação, pois trata-se de uma alternativa mais segura e que funciona de forma efetiva na reabilitação de pacientes em menos tempo. Além disso, garante a realização de procedimentos pouco invasivos ou agressivos.

TIPOS DE LASER

Os tipos de lasers variam de acordo com a substância que gera energia, o comprimento de onda bem como o tempo que demora para interagir com a pele. Pode ser:

Enquanto corta os tecidos, o laser cirúrgico, simultaneamente, provoca a coagulação, fecha vasos linfáticos e terminações nervosas. Assim, impede que ocorram sangramentos e infecções. Dessa forma, isso torna mais difícil o surgimento de efeitos colaterais pós-cirúrgicos, que passa a ser menos doloroso, pois o uso de laser diminui as chances de ocorrer edemas. O tempo de hospitalização é reduzido e o paciente pode retomar suas atividades mais rapidamente.

Na dermatologia, o laser é muito utilizado para tratar diversos tipos de doenças de pele, exceto tumores malignos. Para psoríase e vitiligo, por exemplo, o raio emitido por esta tecnologia favorece a produção de melanócitos, as células responsáveis pela pigmentação da pele.

Além disso é eficaz no caso de má formação vascular, em que as aplicações com laser conseguem contornar as varizes, realizando fotocoagulação e secando os vasos.

Além desta, o laser funciona bem em outras áreas da medicina, como oftalmologia, estética, urologia e ginecologia. Trata pacientes de qualquer tipo, mas não é recomendado para mulheres grávidas ou pacientes cardíacos, por exemplo.

A Clínica IDEAL é assim denominada por ser a abreviação de: CLÍNICA INTEGRADA DE DERMATOLOGIA E ALERGOLOGIA.

Prestamos serviços na área de Dermatologia, Cosmiatria (área voltada para a beleza da pele e tratamentos estéticos) e Alergologia há mais de 15 anos.

ESPERAMOS POR VOCÊ!

© 2023 CLÍNICA IDEAL