Dermatite de contato

Dermatite de contato

Dermatite de contato é uma inflamação na pele que ocorre devido à exposição a um componente capaz de causar alergia ou irritação. Pode surgir logo no primeiro contato ou após algum tempo.

A reação pode ser provocada por fatores como cosméticos, detergentes e sabonetes, produtos de limpeza, tecidos sintéticos, látex, joias, medicamentos, metais e plantas.

Os sintomas variam conforme a causa da dermatite e afetam a parte do corpo que foi diretamente exposta à substância. Os mais comuns são erupção cutânea, inchaço, vermelhidão, coceira e manchas secas.

O tratamento é feito de acordo com a extensão e a gravidade do quadro. Costuma-se associar o tratamento clínico com medidas de controle do ambiente, evitando a exposição aos agentes causadores da dermatite.

No entanto, caso o tratamento clínico não seja eficaz, é possível utilizar a imunoterapia alérgeno-específica para diminuir a inflamação.

A dermatite de contato é um problema comum. Mesmo que você nunca tenha passado por isso, deve conhecer alguém que já teve uma reação alérgica na pele.

Para tirar dúvidas, entre em contato com a Clínica Ideal.



 

Dermatite de contato

dermatite de contato

Dermatite de contato

dermatite de contato

A dermatite de contato é uma inflamação na pele que ocorre devido à exposição a um componente capaz de causar alergia ou então irritação. Assim, pode surgir logo no primeiro contato ou logo após algum tempo.

 

Causas da dermatite de contato

 

A dermatite de contato pode ser causada por fatores como, por exemplo:

 

  • Plantas;
  • Metais presentes em bijuterias, relógios e assessórios presentes em roupas e sapatos;
  • Medicamentos tópicos, como antibióticos e anestésicos;
  • Cosméticos, como maquiagens, perfumes, hidratantes, esmaltes e shampoos;
  • Tecidos sintéticos;
  • Detergentes e sabonetes;
  • Produtos de limpeza;
  • Cimento, óleo, graxas ou tinta de parede;
  • Látex;
  • Joias.

Sintomas

 

Os sintomas variam conforme a causa e do tipo de dermatite. Os mais comuns são erupção cutânea, inchaço, vermelhidão, coceira, rachaduras e manchas vermelhas secas, bolhas e crostas, dor ou sensibilidade.

 

Geralmente, a reação alérgica surge na parte do corpo que foi diretamente exposta à substância. Além disso, a variação de tempo com que a alergia pode surgir dificulta a descoberta da causa.

 

Tipos de dermatite de contato

 

Existem dois tipos de dermatite de contato:

 

  • Dermatite irritativa: é causada por substâncias ácidas ou alcalinas, como sabonetes, solventes, detergentes, entre outras. Na maioria das pessoas, a reação ocorre logo após o contato;
  • Dermatite alérgica: aparece logo após repetidas exposições a um produto ou substância. A reação varia de acordo com o sistema de defesa do organismo. Por isso, pode demorar meses ou anos para surgir após o primeiro contato. A causa, normalmente, é por produtos de uso frequente, como hidratantes e perfumes.

Diagnóstico

 

O médico especialista pode diagnosticar a dermatite de contato identificando o que está causando os sintomas por meio de exame físico completo ou então teste alérgico de contato, muito utilizado para esclarecer causas de alergia.

 

Chamado também de patch test, consiste na aplicação de 30 substâncias, padronizadas pelo departamento especializado de alergia dermatológica da Sociedade Brasileira de Dermatologia, na pele das costas das mãos por meio de adesivos. Dessa forma, estes ficam no local por 48 horas para, em seguida, observar se causaram reação.

 

Tratamento

 

O tipo de tratamento varia de acordo com a extensão e gravidade do quadro de dermatite. Portanto, a primeira atitude, logo após o contato, é lavar o local com água corrente para remover vestígios do produto. Quando as lesões estão úmidas, compressas secas ou antissépticas podem ajudar, assim como cremes ou pomadas de corticosteroides para diminuir a inflamação da pele.

 

Entretanto, caso o paciente sinta muita coceira, pode ser necessário o uso de antialérgicos ou corticosteroides orais. Emolientes e hidratantes ajudam a manter a pele úmida e a protegê-la.

 

Prevenção

 

Identificado o agente causador da reação alérgica, o contato com este deve ser evitado. Atitudes como usar produtos hipoalergênicos e lavar as mãos após exposição a substâncias que podem provocar irritação também podem ajudar.

Quem Somos

A Clínica IDEAL é assim denominada por ser a abreviação de: CLÍNICA INTEGRADA DE DERMATOLOGIA E ALERGOLOGIA. Prestamos serviços na área de Dermatologia, Cosmiatria (área voltada para a beleza da pele e tratamentos estéticos) e Alergologia há mais de 15 anos, até então como Clínica Dermatológica Dra. Solange A D M Gomes. A Dra. se mantém a frente da direção técnica, mas passamos a utilizar o nome IDEAL.

Contato