Dezembro Laranja: prevenção do câncer de pele

Dezembro Laranja: prevenção do câncer de pele

Dezembro Laranja é uma campanha da Sociedade Brasileira de Dermatologia, criada em 2013, e que fortalece a importância da informação e da educação para a prevenção do câncer de pele. 

De acordo com o INCA (Instituto Nacional do Câncer), em 2020 a doença correspondeu a 27% de todos os tumores malignos do país. Por ano, surgem cerca de 177 mil novos casos de carcinomas basocelular e espinocelular, além de mais de 8 mil casos de melanoma.

Tipos de câncer de pele

Os cânceres de pele podem ser divididos em melanoma e não melanoma, sendo três tipos:

  • Carcinoma basocelular: é o tipo mais comum. Surge nas células basais, localizadas na camada mais profunda da epiderme, tem baixa letalidade e pode ser curado caso seja diagnosticado precocemente. O CBC é mais frequente em regiões do corpo expostas ao sol, como face, orelhas, pescoço, couro cabeludo, ombros e costas;
  • Carcinoma espinocelular: é o segundo tipo mais prevalente. Se manifesta nas células escamosas, que constituem a maior parte das camadas superiores da pele. Pode se desenvolver em todas as partes do corpo, mas é mais frequente nas áreas expostas ao sol. Nessas regiões, a pele costuma apresentar sinais de dano solar, como enrugamento, mudanças na pigmentação e perda de elasticidade. É mais frequente em homens do que em mulheres;
  • Melanoma: é o mais raro e mais grave, com maior índice de mortalidade. No entanto, existe chance de dura se diagnosticado precocemente. Normalmente, tem a aparência de uma pinta ou sinal de pele que mudam de cor, formato ou tamanho com o passar do tempo.

Fatores de risco

A exposição ao sol exagerada e desprotegida ao longo da vida, bem como episódios de queimadura solar, são os principais fatores de risco para o câncer de pele. É preciso ficar atento a pintas que crescem, manchas que aumentam, sinais que se modificam ou feridas que não cicatrizam.

Para prevenir a doença, é importante lembrar da necessidade de cuidar da pele a partir de hábitos de fotoproteção que incluem o uso de filtro solar com FPS superior a 30 diariamente, óculos de sol, bonés ou chapéus, preferir a sombra e evitar se expor ao sol entre 9h e 15h.

Cuide da sua pele! Caso perceba algum sinal que merece atenção, procure um dermatologista. A Clínica IDEAL está à disposição para te ajudar. Entre em contato e agende uma consulta.01