height="0" width="0" style="display:none;visibility:hidden">
 

Herpes

herpes

Herpes é uma infecção causada pelo vírus Herpes Simplex 1 (HSV) e é contagiosa. É uma doença comum, mas que não possui cura. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 3,7 bilhões de pessoas, com menos de 50 anos, têm herpes tipo 1. No caso do tipo 2, cerca de 417 milhões de pessoas possuem o vírus presente no sangue.

 

Causas

 

A transmissão do vírus se faz, principalmente, por contato direto entre as pessoas, mesmo que não haja lesão ativa. Além disso, pode haver transmissão via objetos infectados, mas é menos comum. O tempo entre o contato e o surgimento dos primeiros sintomas é estimado em duas semanas.

 

Tipos de herpes

 

Há dois tipos dessa doença, são eles:

 

  • Vírus da Herpes Simples tipo 1 (HSV-1): Normalmente associado a infecções nos lábios, boca e face. É o vírus mais comum, afetando muitas pessoas desde a infância. Causa feridas nos lábios e interior da boca como, por exemplo, as aftas. Na região dos olhos pode causar infecções na conjuntiva e na córnea. Além disso, pode ocasionar meningoencefalite. Entretanto, pode ficar latente na pele, sem provocar lesões devido ao bom funcionamento do sistema imunológico da pessoa. Pode ser transmitido via oral, seja pelo beijo, devido a saliva infectada, ou pelo sexo oral, causando a herpes genital. Por fim, o uso compartilhado de utensílios, como copos, talheres, batons entre outros, também deve ser evitado;
  • Vírus da Herpes Simples tipo 2 (HSV-1): É transmitido, normalmente, pelo ato sexual, mas pode também ser passado da mãe para o bebê na hora do nascimento ou via intrauterina. Provoca coceiras, bolhas, úlceras e feridas genitais.

 

A infecção cruzada dos vírus de herpes tipo 1 e 2, pode acontecer casa haja contato oral-genital.

Prevenção

 

A prevenção, de acordo com o caso, não é simples, pois o vírus pode estar presente mesmo sem apresentar sintomas ativos. Evitar contato direto com a lesão aberta reduz o risco de contagio.

 

Pessoas com herpes genitais devem evitar contato sexual enquanto houver lesões ativas. No entanto, o uso de preservativos pode reduzir o risco de infecção.

 

Em casos de gestantes que possuem a doença, o mais indicado é realizar cesariana para minimizar o risco de infectar o recém-nascido.

Tratamento de herpes

 

Casos leves não precisam de tratamento, no máximo de forma tópica. Pessoas que têm frequência em surtos graves, que possuem problemas no sistema imunológico ou recorrência frequente, conforme o caso, precisam utilizar medicamentos antivirais e pomadas, prescritos por um médico.

Quem Somos

A Clínica IDEAL é assim denominada por ser a abreviação de: CLÍNICA INTEGRADA DE DERMATOLOGIA E ALERGOLOGIA. Prestamos serviços na área de Dermatologia, Cosmiatria (área voltada para a beleza da pele e tratamentos estéticos) e Alergologia há mais de 15 anos, até então como Clínica Dermatológica Dra. Solange A D M Gomes. A Dra. se mantém a frente da direção técnica, mas passamos a utilizar o nome IDEAL.

Contato

Quer marcar uma consulta?

Acesse nosso sistema de agendamento online e confirme seu horário em poucos cliques!

Localização

 Rua Nelson Camargo, 318 – Jardim Agú – Osasco – SP

Telefones: (11) 3681-0052 | (11) 3683-6128

Alameda Araguaia, 2190 – Centro Empresarial Araguaia II – Torre I, 11º andar, Conj. 1103/1104 – Tamboré – Barueri – SP

Telefones: (11) 4195-6177 | (11) 4195-3756

Avenida Alphaville, 779 – Empresarial 18 do Forte – Barueri – SP

Telefones: (11) 4375-2681 | (11) 4375-2735